Feira Superminas 2019 movimenta R$ 1,95 bilhão em negócios

18 Oct 2019

Realizada no centro de eventos Expominas, em Belo Horizonte, a Superminas Food Show 2019 - 33º Congresso e Feira Supermercadista e da Panificação encerrou superando recordes históricos de negócios concretizados entre o varejo e o setor industrial.

O volume transacionado entre os 55 mil visitantes e os 517 expositores desta edição chega à casa dos R$ 1,95 bilhão, um crescimento de cerca de 4% em relação à edição de 2018.

 

O evento promovido pela Associação Mineira de Supermercados (AMIS) e o Sindicato e Associação Mineira da Indústria de Panificação (AMIPÃO), refletiu uma série de assuntos da atualidade, dentre as quais, foram apresentadas as expectativas econômicas para 2020, a nova realidade tecnológica do varejo, a reforma tributária, os benefícios da diversidade e da inclusão. O evento também contou com 70 atrações de desenvolvimento profissional, contando com a presença de grandes nomes do mercado e de personalidades, entre eles, o jornalista e especialista econômico Alexandre Garcia; o nadador brasileiro e campeão olímpico César Cielo; o  Sócio-fundador do Verdemar e Presidente da AMIS, Alexandre Poni, além do Presidente do Grupo Super Nosso, Euler Fuad Nejm, que foi muito prestigiado pelo público neste último dia de evento, contou a sua trajetória de vida pessoa e como empreendedor.

 

A Superminas também contou com a co-realização da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), que trouxe pela primeira vez à feira um estande coletivo com a participação de 27 indústrias filiadas a 10 sindicatos mineiros associados à entidade. A proposta partiu de uma iniciativa da Câmara da Indústria de Alimentos da FIEMG para o fomento da economia, gerando novas oportunidades de negócios.

 

 

"O que tenho a dizer da feira é o que escutei dos expositores a felicidade de estarem aqui e de verem o movimento, o profissionalismo, a melhoria e os estandes maravilhosos. Os estandes estão belíssimos e eu percebi a alegria de todos os que estão aqui. Saio muito feliz com o resultado da Superminas", pontua o Presidente da AMIS, Alexandre Poni. "Os fornecedores já estão manifestando o interesse de voltar no próximo ano, mas pelo que vi vamos ver se teremos tanto espaço para a próxima edição", completa em tom otimista.

 

Outro destaque da programação foi a premiação do "1º Concurso de Aprendizes de Panificação e Confeitaria - Aprendizes em Ação", que aconteceu neste último dia. Ao todo, a competição, promovida pela AMIPÃO, em parceria com o SENAI, premiou seis jovens talentos do segmento, sendo um trio da  da panificação e outro, da confeitaria. A ação teve como objetivo valorizar os profissionais da área, incentivando a absorção dos jovens profissionais pelo mercado.

 

Sucesso garantido
Neste ano, a teconologia representou uma parcela relevante da feira que garantiu o lançamento de inovações ligadas ao desenvolvimento do mercado e de novas oportunidades competitivas já para os próximos meses.

 

Na parte de alimentação, a feira foi palco de uma riqueza de produtos mineiros oriundos de todos os cantos do Estado, em que se destacam a qualidade regional de orgânicos, pães, grãos, sementes, queijos, bebidas, assim como da saudabilidade garantida ao consumidor, que está cada vez mais exigente e interessado em uma vida mais saudável.

 

Desenvolvimento social

Pelo quarto ano seguido, a Superminas recebeu o Circuito Mineiro de Oportunidade e Negócios (CMON), oferecendo um espaço aos pequenos fornecedores da agricultura familiar e de pequenas indústrias, que neste ano somaram em 45 selecionados. Com uma parceria direta com o Governo do Estado de Minas Gerais, todos tiveram a oportunidade de expor gratuitamente os seus produtos e comercializá-los ao lado de tradicionais marcas do mercado.

 

Produtores rurais de Brumadinho e de Mário Campos também estiveram presentes na Superminas, expondo hortaliças, frutas, temperos e conservas, entre outros itens. A participação foi viabilizada por meio de uma parceria da AMIS com as prefeituras desses municípios, que selecionaram os produtores para participar do evento. O objetivo da ação foi ampliar o acesso dos pequenos negócios às gôndolas do segmento supermercadista e da panificação, promovendo benefícios econômicos e sociais para toda a cadeia envolvida.

 

O estande do projeto Origem Minas, trazido pelo SEBRAE, apoiador master do evento, trouxe produtos de empresas com certificado de origem como dos setores de cachaça, café e queijos
 
Panificação
Entre as atividades voltadas para os empresários e profissionais de padarias, o Seminário de Panificação – Amipão/FIEMG apresentou aos participantes as principais tendências do segmento como: indústria 4.0; gestão de processos no varejo alimentar; marketing digital; layout inovadores para os pontos de vendas; técnicas de congelamento de pães; cursos de fermentação  e montagens de sanduíches; e a apresentação de cases do segmento, como o da rede de padarias Ping Pão.

 

Vinícius Dantas, presidente da Amipão, afirma que o segmento precisa acompanhar o mercado. “Existem diversas lacunas a serem preenchidas pelos empresários e fornecedores que pretendem prosperar, como incrementar mix e também serviços, pois a padaria se consolida a cada dia um local de refeições, do café da manhã ao happy hour. Outra forte tendência do segmento é a gestão voltada para a modernização e criatividade de processos e produtos, para acompanhar a crescente demanda por refeições práticas e customizadas, satisfazendo a expectativa do consumidor tanto na questão econômica quanto na busca pelo consumo consciente."

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Feira MEDICA, maior evento do setor no mundo, terá edição no Brasil a partir de 2020

November 5, 2019

1/10
Please reload

Posts Recentes